10 bandas para entender o atual cenário do Metal no Brasil

10 bandas para entender o atual cenário do Metal no Brasil

10 bandas para entender o atual cenário do Metal no Brasil

O Brasil sempre foi um celeiro de bandas de Heavy Metal, tendo até hoje representantes entre os maiores nomes mundiais do gênero.

Quando se fala da música pesada nacional, é imprescindível citar grandes nomes como Sepultura, Angra, Shaman, Ratos de Porão, Tuatha de Danann, Sarcófago, Krisiun, Korzus, Torture Squad, dentre tantos outros nomes já consagrados mundo a fora, no entanto, também é fundamental entender o que está acontecendo neste momento no cenário para entendermos um pouco melhor as tendências e as bandas que serão os grandes representantes do Metal brasileiro nas próximas décadas.

Listamos então, 10 bandas que nos mostram um pouco do que está acontecendo de melhor no metal contemporâneo e dos rumos que as coisas irão tomar no futuro. É claro, existem tantas outras bandas excelentes que não estarão presentes nessa lista, mas que estarão aqui muito bem representadas por essas dez escolhas. Confira:

Sinistra – O Metal em Português

A Sinistra é uma banda nova, mas é formada por alguns dos mais renomados músicos brasileiros de Heavy Metal, o vocalista Nando Fernandes, o guitarrista Edu Ardanuy, o baixista Luis Mariutti e o baterista Rafael Rosa. Suas composições impressionam pela qualidade mas não são uma surpresa, dado o nível técnico e criativo de seus membros. As letras cantadas em português são um destaque à parte.

Por onde começar a ouvir: “O Amanhã”
Os fãs também curtem: Carro Bomba

Black Pantera – O Metal Anti-Racista

O Black Pantera não é somente uma banda excelente, mas uma banda fundamental para o nosso tempo. Suas letras também são cantadas em português e sua mensagem é urgente no combate ao racismo e a toda forma de discriminação. Suas composições mesclam o Heavy Metal ao Punk e ao Hardcore, criando uma identidade única e uma musicalidade visceral.

Por onde começar a ouvir: “Fogo nos Racistas”
Os fãs também curtem: Gangrena Gasosa

Crypta – O Metal Feminino

As mulheres vêm cada vez obtendo mais representatividade dentro do Metal, ainda que essa luta esteja apenas no começo. Várias bandas já contam com integrantes mulheres, mas no caso da Crypta, tal qual acontece com a Nervosa, a formação feminina é completa, e a música dessas quatro musicistas incríveis tem elevado o nome do Metal Nacional lá fora.

Por onde começar a ouvir: “Starvation”
Os fãs também curtem: Eskröta

Armiferum – A Renovação do Power Metal

O Power Metal no Brasil por muitas vezes costuma repetir a fórmula de sucesso do Angra, e de forma alguma isso é um demérito, mas quando bandas surgem ousando um pouco mais em suas composições, acabam se tornando destaque imediato. A Armiferum soube fazer isso muito bem em “Against the Wind” e agora promete um álbum ainda mais completo, com fortes influências do Metal Extremo e composições grandiosas.

Por onde começar a ouvir: “Against the Wind”
Os fãs também curtem: Ego Absence

Vocifer – O Metal do Norte

Carregando uma bandeira de preservação da cultura amazônica e brasileira, a Vocifer surgiu no cenário nacional de maneira apoteótica, com o excelente “Boiuna”, contando lendas e mitos da Amazônia. Baseada no Tocantins, a banda vem se tornando a principal representante do Metal no Norte do país, prometendo um álbum ainda mais impressionante para esse ano de 2023.

Por onde começar a ouvir: “Hummingbird”
Os fãs também curtem: Caravellus

The Troops of Doom – O Metal Old School

Jairo Guedz é membro da formação original do Sepultura, e através do The Troops of Doom vem reascendendo a chama da velha escola do Heavy Metal, resultando em álbuns que levam os fãs da música pesada dos anos 80 ao completo deleite. Metal extremo, agressivo, simples e puro.

Por onde começar a ouvir: “The Confessional”
Os fãs também curtem: Nervochaos

Kill For Nothing – O Metal Moderno

Os anos 90 e 2000 moldaram toda uma geração de fãs do Heavy Metal apaixonados pelos aspectos mais modernos do gênero. Resgatando a essência de bandas desse período, como Korn e Slipknot, a Kill For Nothing surgiu como a principal representante do Metal Moderno brasileiro no ano de 2022 e prometendo grandes feitos para seu futuro próximo.

Por onde começar a ouvir: “Platinum Fangs”
Os fãs também curtem: Desalmado

Emphuria – O Metal Sem Barreiras

Sem medo de unir o Heavy Metal a outros estilos que muitos torcem o nariz, a Emphuria pegou o peso do Metal moderno e juntou-o à dinâmica do rap e ao sentimentalismo do emo para nos entregar um dos discos mais potentes dos últimos anos. Preparando-se para novos lançamentos, a banda aponta para o futuro como um dos nomes mais promissores da cena atual.

Por onde começar a ouvir: “Reis do Amanhã”
Os fãs também curtem: Laboratori

Cras – O Metal Empoderado

A Cras carrega mensagens urgentes em suas composições e traz a tona discussões fundamentais para o nosso tempo como a opressão, o aborto e o feminicídio, tudo isso baseado numa sonoridade apoteótica, de uma vertente em grande evidência no metal atual, o Sludge Metal. Os guturais da vocalista Marili são a cereja do bolo de uma banda fazendo algo absolutamente único e poderoso.

Por onde começar a ouvir: “BETA”
Os fãs também curtem: Manger Cadavre?

Allen Key – O Metal com um Pé no Mainstream

A Allen Key, mesclando o peso de suas composições, com uma visão de mercado bastante evoluída, tem elevado sua música e suas produções audiovisuais e de shows a um outro patamar, mantendo um pé no underground, mas se aproximando cada vez mais do mainstream com um trabalho árduo e muito talento

Por onde começar a ouvir: “Granted”
Os fãs também curtem: Semblant

A Rádio Sem Fronteiras

asbrazil

Deixe um comentário