Com sonoridade imersiva do cenário Emo dos anos 90, The Wonderful Now, lança EP “Some Place Like Home”

Com sonoridade imersiva do cenário Emo dos anos 90, The Wonderful Now, lança EP “Some Place Like Home”

São Gonçalo (RJ) é uma cidade um tanto ou quanto movimentada. De segunda a segunda, vive uma rotina frenética que vai do caos urbano ao simples prazer de se “fazer do limão uma limonada”. E é nesse contexto que surge a The Wonderful Now (Wonderful Now; TWN), com um Indie Rock que desafia convenções e métodos; que situa-se entre o ruído e a calmaria, em canções dinâmicas, com poucos versos, muitas metáforas e um instrumental melancólico.

No período de 2018 a 2019, foram quase 15 shows entre a cidade do Rio e Grande Rio, com destaque para a edição do Red Bull Music Breaktime Sessions realizada na UFF, Niterói, bem como a abertura para a banda paulistana do selo Balaclava Records, com passagem pelo Lollapalooza, E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante, na Aparelho, Praça Tiradentes, Centro – RJ. A TWN também esteve entre os projetos vencedores do concurso TOTH Single Day do Estúdio TOTH, São Paulo, promovido pelos produtores e membros da banda Bullet Bane, com cerca de 70 inscritos e apenas 4 selecionados.

O grupo, idealizado por Elton Souza e Gabriel Costa, amparado por Matheus Justem, retorna em 2024 com o que parece ser uma versão atualizada ou até mesmo definitiva para o seu primeiro EP – antes, There’s No Place Like Home; agora, some place like home –, remanejado e parcialmente captado no conforto de casa, sob alguma supervisão e consistente produção (gravação, edição, mixagem e masterização) de Matt Nunes (Estúdio Mojo); composto de 6 faixas autorais, que flertam, primordialmente, com o Midwest Emo, além de elementos característicos de Post-Rock, Dream Pop e Math Rock, em abordagem ocasionalmente moderna.

Como o título já sugere em sua tradução – algum lugar como o lar –, a obra propicia reflexão acerca do que é familiar (do que se conhece ou se presume conhecer) e do que é estranho; incomum (do que foge ao convívio). Trata de relações de causa e efeito referentes a processos de distanciamento e, sobretudo, à sensação de pertencimento e ao autoconhecimento.

Se você curte American Football, Bombay Bicycle Club, Chinese Football, Day Wave, Death Cab for Cutie, E a Terra Nunca me Pareceu tão Distante, Empire! Empire! (I Was a Lonely Estate), Explosions in the Sky, Movements, Mt. Oriander, Prawn, Quarto do L, Toe, TTNG, Turnover, Two Door Cinema Club, We Lost the Sea, Wild Nothing e afins, provavelmente gostará de ouvir The Wonderful Now.

“Some Place Like Home”: https://bit.ly/thewonderfulrelease

A Rádio Sem Fronteiras

asbrazil

Deixe um comentário