Documentário ‘Andre Matos – Maestro do Rock’ estreia nas plataformas de streaming

O primeiro episódio do documentário Andre Matos – Maestro do Rock acaba de chegar nas principais plataformas de streaming do país. A distribuição ocorre por conta de uma parceria entre o diretor Anderson Bellini e a O2 Filmes.

O filme poderá ser visto também na Apple/ITunes, Vivo Play, Google/YouTube e Claro TV +. O episódio estará disponível para locação e compra, com valores que variam de R$ 14,90 a R$ 29,90.

“É com muito orgulho que depois de muita luta, conseguimos disponibilizar o primeiro episódio do documentário nas principais plataformas de aluguel e compras digitais”, disse Anderson Bellini. “Acredito que seja um grande passo para o projeto, pois a partir de agora o filme poderá chegar à muitas outras pessoas, pois essas plataformas são de mais fácil acesso e de conhecimento do grande público. Estamos muito felizes de estrearmos isso justamente no dia 14 de setembro, dia que o Andre completaria 51 anos”, ressaltou.

Com cenas nunca antes vistas – incluindo a última entrevista do artista meses antes de morrer –, Andre Matos – Maestro do Rock traça a trajetória do maior vocalista brasileiro de heavy metal de todos os tempos, que ficou famoso mundialmente mesmo sendo avesso à fama. O documentário é dividido em quatro episódios e vai retratar em detalhes toda a trajetória do vocalista e abordar todos os momentos de sua carreira – até os mais polêmicos, como a separação do Angra e do Shaman, – dando voz a todos os envolvidos.

Esse primeiro episódio, que agora está disponível nas plataformas digitais, tem 100 minutos de duração e legendas em espanhol e inglês, e mostra o interesse de Andre pela música desde a infância e fala da formação da sua primeira banda, Viper, em 1985. Na época, os integrantes eram todos adolescentes e Andre, o mais novo, tinha apenas 14 anos – e o primeiro álbum deles Soldiers of Sunrise foi um divisor de águas na história do heavy metal nacional, que estava apenas engatinhando. Só que logo após o lançamento do segundo álbum Theatre of Fate – quando a banda estava no auge, fazendo sucesso internacionalmente –, Andre saiu do Viper para se dedicar com exclusividade aos estudos de música clássica – o que mudou completamente o rumo da sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *