Jake Shears revela novo single ‘Last Man Dancing’

Jake Shears revela novo single ‘Last Man Dancing’
Críticas antecipadas para Last Man Dancing“Um showman eletrizante… uma mistura vívida de cultura pop” Financial Times“Pioneiro do pop… uma destilação do amor de longa data de Shears pelo prazer da vida noturna” NME“Fabulosamente bagunçado… hinos extáticos, que testam o falsete” Classic Pop, ****
Jake Shears lançou o novo single ‘Last Man Dancing’, a faixa-título de seu aguardado novo álbum, que será lançado pelo selo Mute dia 2 de junho de 2023. Jake Shears levará Last Man Dancing para a estrada neste verão no hemisfério norte, com uma série de shows intimistas que se esgotaram rapidamente no Reino Unido, festivais internacionais – incluindo Glastonbury e Mighty Hoopla – e eventos em lojas na semana de lançamento também já confirmados (detalhes completos abaixo). Veja o vídeo de ‘Last Man Dancing’ aqui.Com uma mensagem universal contada em detalhes românticos, “Last Man Dancing” é um lembrete de que é preciso continuar adiante, independentemente do que a vida lhe oferecer. Retratando um elenco de pessoas sozinhas e desajustadas (mas juntas) em uma cena de bar, a melodia crescente da faixa, no estilo Abba, é acompanhada por uma letra comovente – “finally I’m feeling / something like alive / I don’t care if it’s happening / at quarter past five” (“finalmente estou sentindo / algo como vivo / não me importo se está acontecendo / às cinco e quinze”) – que tem a sensação imediata de outro clássico de Jake Shears. O vídeo dá vida ao mundo vibrante da arte do álbum; uma festa caótica em que Jake Shears ganha seu troféu não apenas como o “Last Man Dancing”, mas também como uma das estrelas pop mais influentes desta geração. Last Man Dancing testemunha Jake Shears de volta onde ele pertence: no centro da festa, e também no cenário da cultura pop, que ele sem dúvida ajudou a formar. Gravado entre os EUA, Portugal e Londres – onde Jake se mudou de sua casa em Nova Orleans durante a pandemia – ao lado de uma lista que, no universo de influência de Shears, também faz total sentido: de Amber Martin e Boys Noize para Big Freedia, Kylie Minogue e cameos de Jane Fonda e Iggy Pop. Faixas como “Last Man Dancing” convocam este novo começo, mas também um retorno a si mesmo em um registro que é rapidamente tocante, surreal e eufórico. Ao longo de uma carreira pouco ortodoxa que abrangeu vendas multimilionárias de álbuns globais, britânicos, Ivor Novellos, indicações ao prêmio Grammy e turnês, Jake Shears continuou a se moldar: ele não apenas escreveu um aclamado livro de memórias (“Boys Keep Swinging”) e se apresentou na Broadway, mas também abriu recentemente um musical em Londres para fazer resenhas (Tammy Faye, escrita ao lado de Elton John e do dramaturgo britânico James Graham). Essa atração tem o intuito dele continuar se movendo – seja na pista de dança, seja na criação de arte – e permaneceu uma constante na extraordinária vida de Jake Shears. Em suas próprias palavras, “embora nem todos possam chegar ao fim, são os últimos a dançar que são recompensados com os momentos mais mágicos”.
Marketing e Promoção no Brasil:
ForMusic – [email protected]

Informações à imprensa:
Catto Comunicação
Simone Catto – [email protected]
A Rádio Sem Fronteiras

asbrazil

Deixe um comentário