Slipknot entrega nova experiência em ‘The End, So Far’

Slipknot lançaba de lançar seu sétimo álbum de estúdio, intitulado The End, So Far. O trabalho está nas principais plataformas de streaming e versões físicas disponíveis aqui.

Com produção da própria banda ao lado de Joe Barresi (Avenged SevenfoldToolVolbeat), o novo disco do grupo sucede o aclamado We Are Not Your Kind (2019).

A primeira vista que temos em The End, So Faré de um álbum não tão surpreendente como seus primeiros trabalhos, mas que consegue chamar a atenção se for escutar faixa a faixa com calma.

Em primeiro lugar, a banda já te convida para tomar “Adderall”, fazendo alusão a um remédio para tratamento de TDAH, que não é autorizado pela Anvisa para comercialização no Brasil. A balada calma vai te envolvendo, dando uma breve sensação de sonolência.

Na sequência temos “The Dying Song (Time To Sing)” a qual o peso da banda começa a aparecer, sendo continuada por “The Chapeltown Rag” e “Yen”.

Contudo, apesar das demais faixas como “Hive Mind” e “Warranty” trazerem um certo peso, “Medicine for The Dead” acaba se destacando principalmente por seus efeitos sonoros. Já a “Acidic” chama bastante atenção pelo ritmo de desenvolvimento que a música ganha, principalmente em seus solos de guitarra.

Além disso, “Heirloom” não se demonstra uma música que prende para se escutar, mas “H377” nos traz sensações de seus trabalhos anteriores. Contudo,  “De Sade” traz uma verdadeira alternância em seus solos de guitarra, o que pode trazer uma experiência incrível em suas apresentações ao vivo.

Por fim, e não menos importante, “Finale” nos despede do álbum em uma verdadeira melancolia, mostrando que até mesmo as bandas já consagradas podem trazer uma experiência nova para os fãs, sendo um verdadeiro passo à frente de tudo que já foi lançado.

Slipknot desembarca no Brasil em dezembro para duas apresentações, uma na cidade do Rio de Janeiro junto com Bring Me The Horizon, com ingressos disponíveis aqui, e em São Paulo, no Knotfest, ao lado de bandas como Judas PriestPanteraBMTH.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *