Cacá Magalhães disponibiliza a música autoral “Para Que Não se Repita”, que teve o mesmo produtor de Liniker e os Caramelows

Cacá Magalhães disponibiliza a música autoral “Para Que Não se Repita”, que teve o mesmo produtor de Liniker e os Caramelows

Ouça aqui: https://cacamagalhaes.lnk.to/PQNSR

Assista aqui: https://youtu.be/k8cfoDK_euM 

Após ter lançado seu primeiro single Só Sinto, que também nomeia o álbum completo de estreia, a cantora baiana Cacá Magalhães liberou hoje, dia 28 de abril, mais uma faixa inédita e autoral, Para Que Não Se Repita. O trabalho completo será lançado ainda neste semestre, pela Sony Music.

A música é considerada por Cacá Magalhães como um som mais denso e que representa o lado B do projeto. Gravado na Bahia, o single mostra a sensibilidade da cantora e seu lado mais intenso. Para Que Não se Repita tem produção de Rafael Barone – produtor que tem no currículo trabalhos com Liniker e Os Caramelows, entre outros – assim como todo o disco.

O lançamento vem acompanhado de um visualizer impactante da jovem baiana queimando memórias e objetos pessoais em uma pista de skate. A escolha dos itens desse novo projeto mostra os sentimentos, originalidade e maturidade de Cacá Magalhães. A direção é de Jana Leite com direção de fotografia de Marcelo Brito, os mesmos por trás do primeiro single, “Só Sinto”.

“Entre os acordes menores de ‘Para Que Não Se Repita’, sinto. Sinto angústia e dor. Sinto um amor (ou não) que se desviou. Sinto uma ferida que não se fechou. E no final da música, uma vontade absurda de jogar meu cabelo e dançar. ‘Para Que Não Se Repita’ é uma das minhas músicas favoritas do álbum (se não A favorita). O rock dentro dela é poderoso e contagia. Resgata o rock que escuto desde pequena com meu pai, de artistas que se tornaram grandes referencias. Rock que está sim presente na minha geração. Pensei desde o início e gravei ‘Para Que Não Se Repita’ com muito sentimento. Tem muito significado, força, poesia e sentimento nessa faixa. Sintam ‘Para Que Não Se Repita’”, explica Cacá.

Sobre

A cantora e compositora soteropolitana de 16 anos, Cacá Magalhães, ganhou o promissor título de “pequena diva baiana do jazz” pela imprensa local, por seu timbre grave e maturidade vocal que se destacam. Suas referências e inspirações passeiam pelo jazz, soul e MPB.

Compositora e intérprete de forte personalidade, Cacá ficou conhecida localmente desde muito nova, aos 12 anos, quando foi vocalista da banda baiana Terráquea. O talento nos vocais e na composição chamavam a atenção de quem escutava a jovem artista.

Cacá já marcou presença em festivais nacionais, como Fest Bossa & Jazz, em Pipa, e Blues Jazz, em Serra Grande. Em 2020, participou do ‘Little Big Shots’ (Pequenos Que Brilham), programa da NBC TV indicado ao Emmy e apresentado por Melissa McCarthy – um show de talentos mirins que apresenta crianças ao redor do mundo. Cacá foi aplaudida de pé por sua performance no programa. A apresentação da brasileira ganhou um tweet especial da apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres, que fez questão de repostar o show de Cacá com um breve e inesquecível “WOW”.

Em 2021, assinou com a Sony Music Brasil para o lançamento de seu álbum de estreia, com um repertório autoral e produção de Paul Ralphes e Rafael Barone.

Assessoria de Imprensa – Sony Music
Ana Paula Aschenbach – [email protected]
Lucas Damião –  [email protected]
Mariana Ghetti – [email protected]

A Rádio Sem Fronteiras

asbrazil

Deixe um comentário