Trezzy aposta na estética do rock americano na moderna ‘Quem é você?’ 

Trezzy está de volta! Banda perseverante e versátil do rock nacional desde 2013 e que ganhou ainda mais holofotes com o disco de estreia Circo XIII (2017), o agora quarteto formado por Joonior Joe (vocal), Dieego Lessa (baixo), Dinho Milano (bateria) e Guilhos (guitarra) retornam com a dinâmica e moderna ‘Quem é você?’, um lançamento que chega ao streaming via Canil Records.Ouça o novo single aqui: bit.ly/Trezzy-quem-e-vc.’Quem é você?’ traz a grande marca do Trezzy, que é fazer rock cantado em português dentro da estética sonora do rock americano. Mais uma vez a banda mescla de forma cirúrgica e empolgante o hard rock com metal moderno, com pitadas de rock alternativo e grunge.O novo single tem produção da banda ao lado dos renomados produtores Adriano Daga e do norte-americano Brendan Duffey (duas vezes nomeado ao Grammy e nove vezes ao Grammy Latino, que já trabalhou no disco Circo XIII e ainda assinou trabalhos de artistas como Angra, Almah e até Anitta e Daniela Mercury).A música escancara a versatilidade do Trezzy, que traz diversas sonoridades pesadas em uma dinâmica singular, com batidas fortes, muito groove e vocais entre o melódico, mais rasgados e sujos, de acordo com as tantas cadências de ‘Quem é você?’.Trezzy, a bandaO Trezzy surgiu em 2013 com a proposta de fazer rock em português. Foi criada por Joonior Joe, um dos fundadores da Base Rock, coletivo de bandas idealizado há alguns anos para fomentar a cena da música independente de São Paulo, ao lado da Mattilha (também do cast da Canil Records), Sioux 66, entre outras.Dos primórdios à nova canção ‘Quem é você?’, que marca uma nova fase, o Trezzy traz influências múltiplas dentro do estilo, com arranjos elaborados e autenticidade do som próprio.Os dois primeiros singles da banda, “Manipula” e “Ninguém Vai Nos Salvar”, foram gravados e produzidos pelos irmãos Andria e Ivan Busic (Dr. Sin) no Estúdio Sonata 84 entre os anos de 2013 e 2014 e alcançaram relativo reconhecimento nas mídias especializadas da época.Nos anos seguintes, a banda firmou a sua sonoridade e gravou mais seis músicas, produzidas por Brendan Duffey no Norcal Estúdios (SP): “Alguém assuma o meu lugar”, “Redenção”, “Sombras”, “Adeus e nunca mais”, “Tente entender” e “Suas certezas”. Com elas, o grupo alcançou outros patamares.Em 2015, o Trezzy foi a banda de abertura no show do Lizzy DeVine (Ex-Vains of Jenna). Seus clipes, disponíveis no YouTube, foram veiculados no programa TVZ, do canal Multishow. E seus singles “Manipula” e “Sombras” integraram o setlist de rádios nacionais e internacionais, como a Kiss FM e a 89 FM.Com uma maturidade musical e identidade bem definida, o quarteto lançou seu álbum de estreia em outubro de 2017. Com 13 faixas gravadas em São Paulo, com mixagem e masterização na Califórnia, “Circo XIII” propõe uma experiência à altura dos tempos áureos do rock brasileiro.O trabalho rendeu vários frutos: em dezembro de 2019, por exemplo, o Trezzy se apresentou no Allianz Parque para mais de 15 mil pessoas ao lado de grandes artistas do Rock e da música brasileira, como Titãs, Dr. Sin, Supla, Claudia Leite e Fernando e Sorocaba.Como as pedras não podem parar de rolar, a banda segue trabalhando em
composições para o novo álbum, que deve ser lançado via Canil Records em 2023.O Trezzy inclusive já recebeu elogios de Kiko Loureiro, do Megadeth. “Se você quiser fazer rock em português como os caras do Trezzy, dá uma olhada, é fantástico. É bem feito, organizado, de nível gringo”.
Trezzy nas redes sociaisFacebook: https://www.facebook.com/trezzyoficial
Youtube: http://www.youtube.com/trezzyoficial
Instagram: https://instagram.com/trezzyoficial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *