Peter and the Test Tube Babies: entrevista promocional e credenciamento 

Peter and the Test Tube Babies: entrevista promocional e credenciamento 

Enfim chegou a semana do show da clássica banda inglesa Peter and the Test Tube Babies, que se apresenta pela primeira vez no Brasil neste sábado, 1o de junho, em São Paulo, no Jai Club. A produção é da Agência Sobcontrole e as entradas continuam à venda no Clube do Ingresso (clique aqui).

Peter and the Test Tube Babies é uma lenda viva do punk rock, que no início da década de 1980 teve a carreira alavancada pelo lendário DJ britânico John Peel.

A Agência Sobcontrole conversou com o fundador da banda, o vocalista Peter Bywaters, que falou sobre o grupo, punk no Brasil, o que espera do show e muito mais, confira e até sábado no Jai Club!

Peter, a banda vem ao Brasil pela primeira vez após anos de atividades e história como um nome clássico do punk rock mundial. Para começar a conversa, diga-nos o que o público vai ver neste show em São Paulo, em termos de repertório e diga-nos como é a banda no palco?
Peter – Olá e saudações da ensolarada Lancing. Espero que todos estejam felizes e saudáveis. Em primeiro lugar, gostaria de agradecer à Sobcontrole por nos trazer.

Viemos para a Colômbia para um show em 2019, mas esta será a primeira visita da banda ao Brasil. Na verdade, vim para o Brasil de férias em 2002 e até fiz um show em São Paulo com o The Lambrusco Kids.

Estamos ansiosos para tocar e a formação atual é a mais forte e mais longa de todos os tempos. Eu fiz um filme para ser passado atrás de nós no palco, caso você se canse de olhar para quatro caras ingleses feios!

Qual é a relação da banda com o lendário DJ britânico John Peel? Como suas primeiras músicas chegaram até ele e como ele ajudou a banda a ganhar popularidade?
Peter – Conhecemos John Peel uma noite em Brighton em 1979. Ele era o DJ em um show no Art College. Nós éramos todos fãs de seu show. Aproximei-me dele, apresentei-me e dei-lhe uma cassete com demos que tínhamos gravado recentemente. Ele deve ter gostado porque começou a tocar muito nosso material no show dele e fomos convidados para gravar duas sessões do John Peel.

Você conhece a cena punk no Brasil?
Peter – Infelizmente não sei muito sobre a atual cena punk no Brasil. Além do The Lambrusco Kids, a única outra banda punk brasileira que conheço é Ratos de Porão. Eles devem ser ainda mais velhos do que nós!

A banda chamou a atenção nos anos 80 por misturar ska, new wave e até guitarras com uma distorção que beirava o heavy metal. Foi uma forma de fugir dos estereótipos punk e ser uma banda com públicos diversos?
Peter – De jeito nenhum. Foi apenas a progressão natural da banda. Estávamos apenas escrevendo músicas melhores. Não havia intenção ou motivo para tentar ser diferente.

Disseram que você é professor de inglês e tem um projeto de receber fãs em sua casa para ensinar o idioma. Como funciona essa residência e como você avalia o resultado?
Peter – Sim, sou um professor de inglês totalmente qualificado e ensino inglês para alunos estrangeiros. No mês passado, tive um cara, Khazak, hospedado aqui e já estou lotado para o verão. Basicamente, os alunos vêm e ficam comigo e eu ensino inglês para eles. Como moro sozinho, é ótimo ter companhia por algumas semanas ou mais e, obviamente, não tenho que ir muito longe para trabalhar! Moro a apenas 60 metros da praia e a apenas 20 minutos de carro de Brighton. Se você estiver interessado, entre em contato – [email protected].

Você tem alguma lembrança ou curiosidade para contar sobre sua apresentação na histórica festa MTV em comemoração à queda do muro de Berlim?
Peter – O show foi em Berlim. Eu amo Berlim, na verdade nosso último show foi lá há apenas duas semanas. Nosso baterista, Sam, mora em Berlim e passei muito tempo lá, entre 2014 e 2018. Todos os anos tocamos em um barco descendo o rio Spree. No ano passado, fizemos isso no meu aniversário. O próximo é no domingo, 3 de setembro.

Por fim, deixe um recado para os fãs brasileiros e convide-os para o show desta semana em SP!
Peter – Venha nos ver no sábado, 10 de junho, para nosso primeiro, mas espero que não seja o último show no Brasil. Compre-nos bebidas e traga-nos presentes!

Serviço
Peter And The Test Tube Babies em São Paulo
Abertura: Urutu e Dente Canino
Data: 10 de junho de 2023 (sábado)
Horário: 20h
Local: Jai Club
Endereço: Rua Vergueiro, 2676 – Vila Mariana – Próximo Metro Ana Rosa
Ingresso:
R$ 100 (1° Lote – Pista – Meia/Promocional – doe 1 Kg de alimento não perecível)
R$ 200 (1º Lote – Inteira)
Venda on-line: https://www.clubedoingresso.com/evento/peter-and-the-test-tube-babies
Classificação etária: 18 anos

Urutu e Dente Canino na abertura

Urutu e Dente Canino são as bandas nacionais que participarão no dia 10 de junho, em São Paulo, no Jai Club.

Desde 2011, o Urutu toca um punk torto, mesclando o que há de melhor no submundo: da new wave of british heavy metal ao proto-punk psicodélico. Esse ano o grupo faz uma série de apresentações rememorando seus 12 anos e seu último compacto, “Fora de Compasso” de 2022.

Dente Canino é uma banda de hardcore formada em São Paulo em maio de 2022. Os integrantes, Vinicius (vocal), Caio (bateria), Iran (baixo) e Pedro (guitarra) veteranos do underground paulistano, já tocaram em bandas como I Shot Cyrus, Futuro, Cankro, La Revancha, Werewolf, Câimbra Noala e muitas outras.

A ideia desde o início foi fazer hardcore puro, furioso e cru, baseado em bandas do começo da década de 80, principalmente do Brasil (Psykoze), EUA (SSD, Negative Approach) e Finlândia (Riistetyt).

Peter and the Test Tube Babies

Nos anuários do punk mundial, Peter And The Test Tube Babies escreveram algumas das melhores canções punk de todos os tempos com suas histórias sobre os perigos de ser jovens punks em Brighton – “Banned From The Pubs”, “Intensive Care”, “Run Like Hell”, entre outras, sempre balanceando críticas sociais com senso de humor.

A banda foi criada em 1978 na pequena cidade de Peacehaven por Derek “Strangefish” Greening e Peter Bywaters. O punk rock dos britânicos chamou atenção por incrementar ska, new wave e até guitarras com uma distorção que beirava o heavy metal.

O lendário DJ John Peel, da icônica britânica Radio 1, é um dos responsáveis pela fama repentina de Peter And The Test Tube Babies. Foi Peel quem tocou para todo o Reino Unido a música ‘Elvis Is Dead’, que apareceu na compilação Vaultage ’78 de bandas new wave de Brighton.

Peel ouviu, gostou e logo produziu a Test Tube Babies Session. O sucesso foi de tirar o fôlego e a banda se tornou uma das bandas independentes mais badaladas do Reino Unido da noite para o dia.

O primeiro single foi ‘Banned From The Pubs’ – fãs e a imprensa enlouqueceram na mesma medida. A partir desse momento tudo enlouqueceu, salas de concertos esgotadas na Inglaterra e na Europa e seu grande sucesso na mídia empurrou seu álbum de estreia, Pissed And Proud, para o primeiro lugar nas paradas independentes inglesas.

Logo depois disso, The Mating Sounds Of South American Frogs foi lançado – um item obrigatório para todas as coleções de discos – e vendeu mais de 100.000 cópias, resultando em convites de todo o mundo.

Fizeram shows em todo o mundo e consolidaram seu status como uma das bandas ao vivo mais brilhantes e engraçadas da cultura punk rock. Eles também tiveram a honra de representar o Reino Unido na histórica festa MTV East/West para comemorar a queda do muro de Berlim.

Derek “Strangefish” Greening e Peter Bywaters, a base da banda, usaram diversos baixistas e bateristas ao longo das décadas para gravar seus discos, como o brilhante Supermodels, que os trouxe de volta em 1995. Nos anos seguintes vieram mais discos de sucesso, como A Foot Full Of Bullets e For A Few Bullets More, com as participações especiais de Campino (Die Toten Hosen) e Olga do The Toy Dolls.

Em 2017, a banda assinou com a Arising Empire Records e, em 2018 e 2020, viu os lançamentos de ‘That Shallot’ e ‘Fuctifano’, respectivamente. Peter And The Test Tube Babies não para e agora é a vez da América do Sul!

A Rádio Sem Fronteiras

asbrazil

Deixe um comentário